aprendendo

É tudo dele

post 26

Essa semana eu acabei de ler o livro de Jó. Esse livro poético é maravilhoso. Ele nos ensina coisas valiosas sobre nossas vidas e sobre quem é Deus.
De uma maneira rápida, eu quero destacar 3 versículos deste livro de 42 capítulos que nos ensina muito.
O livro começa falando que Jó era um homem temente a Deus, reto, íntegro e que se desviava do mal. Então vimos que satanás queria mostrar a Deus que ele só o servia por conta de ter tudo o que tinha e então ele sofre uma provação perdendo tudo. Na hora que acontece isso Jó adora a Deus.

Então Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou.
E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o Senhor o deu, e o Senhor o tomou: bendito seja o nome do Senhor.
Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma. Jó 1:20-22

Como Jó amava e conhecia o seu Deus. Ele havia perdido seus filhos, seus bens, tudo o que tinha e ainda assim pode louvar a Deus, reconhecendo que tudo aquilo era de Deus e que nada ele levaria dessa vida. Em tudo Jó foi capaz de louvar a Deus e como isso é difícil. Nós sempre temos a ilusão que conquistamos coisas e somos merecedores de tudo, mas a verdade é que nada é nosso. Tudo o que temos vem pela misericórdia de Deus sobre nós. Ele nós dá e ele pode nos tirar. Temos que deixar essas verdades em nosso coração para conseguir ser como Jó quando as coisas não acontecem do jeito que queremos. Nosso maior bem deve ser Cristo e nosso tesouro deve estar no céu onde o ladrão não pode roubar nem a traça comer (Mateus 6:20-21).
No mesmo livro encontramos uma afirmação de Deus sobre o assunto:

Quem primeiro me deu, para que eu haja de retribuir-lhe? Pois o que está debaixo de todos os céus é meu. Jó 41:11

Deus fala aqui que ninguém deu nada para ele para que ele tenha que devolver. Tudo o que está debaixo do céu pertence a Deus. Ele fez todas as coisas e não precisa dar nada a ninguém. Aqui nós vemos a graça de Deus sobre nós porque ele nos dá tudo o que precisamos nesta vida. Ele nos deixa desfrutar de todas as suas maravilhas. Ele é maravilhoso Senhor. Assim como Jó, nós devemos louvá-lo a cada dia por nos permitir termos o que temos.
Aprendemos com Jó que devemos louvar a Deus quando temos e quando perdemos, porque no final nada disso fará diferença na eternidade. Nossa alma é preciosa e ela deve ser o centro de nossa atenção aqui. Devemos entender que ela está torta por nascimento (Habacuque 2:4) em soberba e orgulho contra Deus e que precisa ser reconciliada com Deus através do arrependimento dos nossos pecados, a fé em Cristo na cruz pagando nossa dívida e apagando nossas ofensas e uma conversão a Deus de todo coração.
Que em todas as circunstâncias, o nome de Deus seja exaltado, honrado e louvado.

Até o próximo post…=]

Leia o post sobre reconciliação aqui

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s