aprendendo

Alegria, um imperativo divino

62016402dec615c9b67ac92d3fad53279e3

” Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos”

   A alegra é o contentamento da alma, o deleite em Deus, uma exultação que transcende as circunstâcias e vai além das fronteiras do emocional. É possível experimentar alegria nos vales de dor e hastear essa bandeira nas noites mais escuras da alma. Paulo escreve o texto acima preso e algemado. Ivobstante, rvela três verdades sublimes.
Primeira, a alegria é uma ordem divina e não uma opção humana. Não temos o direito de ser pessoas tristes. Não ser alegre é um pecado de desobediência. A alegria não é uma alternativa; é um mandamento. Segundo, a alegria é ultracircuntancial. Estar alegre quando tudo esta bem é facil. O desafio é sr uma pessoa alegre, a despito das circunstâncias adversas ou dos sentimentos turbulentos. A alegria do cristão não é apenas presença de coisas boas nem apenas ausência de coisas ruins. A alegria do cristão não é um sentimento nem mesmo uma emoção. A alegria do cristão é uma pessoa. É Jesus.
Poi isso, a terceira verdade que Paulo destaca é que a alegria é Cristocêntrica. A ordem é: “Alegrai-vos no Senhor…”. Jesus é o fundamento e o conteúdo da nossa alegria. Quem tem Jesus é uma pessoa feliz; quem não tem Jesus não conhece a verdadeira felicidade. Nossa alegria é imperativa, ultracircunstancial e Cristocêntrica.

Texto retirado de livro devocional Cada dia – Alegria, um coração em festa. (Hernandes Dias Lopes)

Até o proximo post!! =]

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s