Uma cidade tomada de alegria

misericordia2

“E houve grande alegria naquela cidade” At 8:8

    Onde o evangelho chega, traz em suas asas grande alegria. A cidade de Samaria estava tomada de grande alegria, porque o evangelho havia chegado ali no poder do Espirito Santo. Felipe pregava com sabedoria e fervor. Pregava aos ouvidos e também aos olhos. Ele falava e fazia. Em Samaria pessoas foram perdoadas e curadas; foram salvas e libertas; foram redimidas e transformadas.
O evangelho é boa nova de grande alegria e aqueles que vivem atormentados pela tristeza, ao serem salvos pelas graça de Deus, erguem-se das cinzas, despem-se do espítiro angustiado e se cobrem com vestes de louvor. O evangelho produziu ainda em Samaria a alegria e o perdão. Judeus e samaritanos estavam em permanente conflito. Havia uma ferida aberta nos relacionamentos há mais de quatro séculos. Mas, quando o evangelho chegou, as mágoas foram estancadas.
O evangelho não apenas proporciona a alegria da vida eterna, mas também, promove a alegria da restauração nos relacionamentos interpessoais. Onde a mágoa cavou abismos, o evangelho contrói pontes de amizade. Onde o ressentimento levantou muros de separação, o evangelho abre os portais da reconciliação. Seu coração já foi visitado por essa alegria? É tempo de você conhecer essa alegria que vem de Deus e emana do evangelho.

Retirado do Cada dia – Março 2017- Alegria, um coração em festa (Hernandes Dias Lopes)

As filhas de Sara

Acabei de ler esse pequeno livro e gostei muito. Ele faz uma comparação entre Sara e as mulheres nos dias de hoje usando as passagens bíblicas de 1 Pedro 3:1-6 e Gênesis 12-21.
A autora com palavras claras, práticas e carinhosas desenvolve o assunto sobre as atitudes das mulheres casadas e mostra coisas que elas devem fazer seguindo o exemplo de Sara, que teve problemas na vida junto com seu marido mas foi heroína em sua fé em Deus.
Queria comentar com vocês um dos capítulos que serve de aplicação para todas nós, casadas e solteiras.
O Capitulo nove tem como titulo: AS FILHAS DE SARA… Esperam em Deus. O versículo de 1 Pedro 3:5 diz “Pois foi assim também que a si mesmas se ataviavam outrora as santas mulheres que esperavam em Deus…”
  A autora diz que Sara passou grande parte de sua vida esperando. Esperou pela terra prometida, a transformação das atitudes de se marido e pelo filho que Deus havia prometido. Nós sabemos que Sara era estéril e que muito tempo havia passado desde que Deus prometeu um filho. Será que ela não estava cansada de esperar?
Sabemos que Sara teve a ideia de dar sua serva como mulher a Abraão para que esse filho viesse logo. Ela cansou de esperar e nós as vezes temos a mesma atitude ficando impacientes, achando que Deus esta demorando muito para nos atender, e tomamos a situação em nossas próprias mãos.

“ Nós temos toda a tendência de querer “ajudar” a Deus? É difícil esperar. Penso que essa seja uma das coisas mais difíceis que Deus pede a nós.”  (cap. 8 pág 83)

Com o nascimento de Ismael, a bíblia relata as intrigas aparecendo causando desarmonia no casamento de Abraão e Sara. Só que Deus novamente diz a eles que era Sara que daria a luz e teria o filho da promessa. Eles riram dessa promessa e então o Senhor diz “Acaso para Deus há coisa demasiadamente difícil?…” (gn. 18:13-14).Eles riram porque já estavam com uma idade avançada sem condições nenhuma de ter filhos, mas essa era a promessa e para Deus o que é difícil?
Deus cumpriu sua promessa quando não havia nenhuma forma de Abraão ou Sara darem uma “ajuda” ou fazer por eles mesmo. Deus fez um milagre dando a eles um filho.
Esperar é difícil mas não impossível, e quando esperamos em Deus ele cumpre suas promessas. Sara cansou, tentou com suas mãos acabar com a espera, mas somente Deus é capaz de cumprir o que promete a nós.
A autora diz que acredita que a partir desse ponto Sara se tornou uma mulher de fé “pois teve por fiel aquele que havia feito a promessa “ (hb. 11:11).
  No livro, ela diz que muitas vezes cansamos de orar e achamos que tem coisas que são impossíveis para Deus, mas se esperarmos nele  alcançaremos benção.
Nunca desanime daquilo que Deus esta pedindo pra você esperar, lembre-se de que Ele é Deus fiel e justo. Continue orando e esperando.

Espero que tenham aprendido algo como eu aprendi.

De uma pequena aprendiz…=]

Alegria, um imperativo divino

62016402dec615c9b67ac92d3fad53279e3

” Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos”

   A alegra é o contentamento da alma, o deleite em Deus, uma exultação que transcende as circunstâcias e vai além das fronteiras do emocional. É possível experimentar alegria nos vales de dor e hastear essa bandeira nas noites mais escuras da alma. Paulo escreve o texto acima preso e algemado. Ivobstante, rvela três verdades sublimes.
Primeira, a alegria é uma ordem divina e não uma opção humana. Não temos o direito de ser pessoas tristes. Não ser alegre é um pecado de desobediência. A alegria não é uma alternativa; é um mandamento. Segundo, a alegria é ultracircuntancial. Estar alegre quando tudo esta bem é facil. O desafio é sr uma pessoa alegre, a despito das circunstâncias adversas ou dos sentimentos turbulentos. A alegria do cristão não é apenas presença de coisas boas nem apenas ausência de coisas ruins. A alegria do cristão não é um sentimento nem mesmo uma emoção. A alegria do cristão é uma pessoa. É Jesus.
Poi isso, a terceira verdade que Paulo destaca é que a alegria é Cristocêntrica. A ordem é: “Alegrai-vos no Senhor…”. Jesus é o fundamento e o conteúdo da nossa alegria. Quem tem Jesus é uma pessoa feliz; quem não tem Jesus não conhece a verdadeira felicidade. Nossa alegria é imperativa, ultracircunstancial e Cristocêntrica.

Texto retirado de livro devocional Cada dia – Alegria, um coração em festa. (Hernandes Dias Lopes)

Até o proximo post!! =]

 

Alegria pelos feitos de Deus

Sorriso

Leitura – Salmos 126

” Com efeito, grandes coisas fez o Senhor por nós; por isso, estamos alegres.”

 O amaorgo cativeiro babilônico havia chegado ao fim. Setenta anos de escravidão tinham ficado para trás. Agora, o povo de Deus estava livre e de volta à sua terra. Essa libertação foi algo tão notório que o povo prorrompeu em cânticos de alegria e declarou com vívida eloquência os grandes feitos de Deus. Três verdades são aqui destacadas. A primeira delas é que esse livramento foi uma grande obra de Deus. O povo não saiu do cativeiro por sua força ou estratégia. Foi Deus quem mudou o cenário, transformou as circunstâncias a abriu as portas da prisão. O nosso livramento vem sempre do alto, do céu, de Deus.
A segunda verdade é que Deus fez essa grande obra em favor do seu povo e não contra ele. Até mesmo o cativeiro foi um remédio amargo para produzir no povo o arrependimento para a vida. Mas, a disciplina de Deus é uma demostração de seu amor e o seu livramento é uma expressão de sua graça.
A terceira verdade é que os gloriosos feitos de Deus produzem em seu povo grande alegria. O chovo da escravidão transforma-se no riso da libertação. Deus abre as portas da escravidão, quebra as algemas da opressão e traz qrande liberdade. Deus ainda hoje tem feito grandes coisas pelo seu povo. Dele vem o nosso socorro e ele é a razão mais altissonante da nossa alegria.

Retirado de: Cada dia – Março de 2017 – Alegria, um coração em festa (Hernandes Dias Lopes)

Até o próximo post…=]

 

Fidelidade

music-heart-01

olá pessoas, tudo bem?

Essa semana fiquei com um hino na cabeça e queria compartilhar ele com vocês. Mais um belo hino do cantor Cristão que fala do grande amor de Jesus por nós, levando nosso pecados na cruz e nosso desejo de confessar e andar nos caminhos dele.

Que reine em nossa vida esse desejo de andar e confiar no Senhor e em seu amor.

Fidelidade 

Por meus delitos expirou Jesus, a Vida e Luz;
Ele o castigo meu levou na ensanguentada cruz.

Oh, faz-me forte em confessar a ti, Jesus, Senhor!
Oh, faz-me pronto a confiar em teu excelso amor!

E eu hei de ter tão fraca voz, que trema, ao confessar,
A quem, com morte tão atroz, minha alma quis salvar?

Oh, faz-me forte em confessar a ti, Jesus, Senhor!
Oh, faz-me pronto a confiar em teu excelso amor!

Pois eu desejo aqui cantar, tão grande Salvador;
E, quando for no céu morar, louvá-lo-ei melhor.

Oh, faz-me forte em confessar a ti, Jesus, Senhor!
Oh, faz-me pronto a confiar em teu excelso amor!

Até o próximo post…

Aprendendo e louvando ao Senhor!!

Louvor

notas-musicais

Oi pessoal, tudo bem?
Hoje vim trazer mais uma musica do cantor cristão. Eu amo elas porque suas letras são ricas de doutrinas e sentimentos que devemos cultivar na vida cristã.
Você já louvou a Deus por ter Jesus hoje? Geralmente nós mais pedimos que agradecemos a Deus pelo que temos e acho que devemos mudar essa atitude o mais rápido possível em nossas vidas. Acredito que temos muito mais motivos para agradecer do que pedir a Deus. Ele é tão maravilhoso, que na sua graça supri todas as nossas necessidades. E é mais maravilhoso ainda conhecer esse amor através da vida e sacrifício de Cristo Jesus. Saber que na eternidade ele viu nossa miséria e nos amou, nos resgatou através de seu filho. Como é bom saber que um Deus tão grande se importa com nossas almas. Como ele deu seu unigênito filho por nós. Um sacrifício que nós nunca seremos capazes de compreender 100%. Que amor.
Jesus é tudo que temos. Tudo pode passar, mas ele permanece para sempre. Ele deve ser nosso motivo de alegria nessa vida. Olhando para ele e seu amor sem olhar as circunstancias. Devemos dar graças a Deus todos os dias pelo sacrifício de seu filho e amor por nós.

Nesse hino temos uma pequena palavra de louvor a Deus pela trindade.

 Louvamos Te ó Deus,
pelo Dom de Jesus;
Que por nós pecadores
foi morto na cruz.

Aleluia toda a glória,
Te rendemos sem fim,
Aleluia Tua graça,
imploramos amém!

Louvamos Te ó Deus,
e ao Teu Filho de amor;
Que foi morto mas vive,
Supremo Senhor.

Louvamos Te ó Deus,
pelo Espírito luz;
Que nos tira das trevas
e a Cristo conduz.

Oh vem nos encher,
de celeste fervor;
E fazer nos fruir
Teu afável amor.

cc135

Por hoje é isso. Que Deus nos abençoe e nos ajude a cada dia louva-lo por seu grande amor e graça por nós.

Aprendendo e louvando ao Senhor.

Lei ou graça?

post

Oi pessoal, tudo bem? Estava pensando no que escrever para esse post e no meu livro devocional na data de hoje estava esse assunto que fala um pouco do que estou estudando com meus alunos na escola dominical. Fala de como a lei nos aponta para Cristo, mostrando que não somos capazes de cumpri-la e só em Jesus alcançamos graça para nos aproximar de Deus e voltarmos a comunhão com ele. A lei declara que somos malditos por desonrá-lo e Jesus nos mostra a graça e benção de podermos ser filhos de Deus crendo no sacrifício dele na cruz. Não é maravilhoso conhecer esse amor? Graças a Deus por nos buscar e salvar.

Que essa meditação possa edificar sua vida!

“Porque o filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido” Lc. 19:10

Leitura bíblica João 5:41-47

Nos dias atuais, as noticias correm depressa. Algo ruim acontece conosco e logo todos estão sabendo. O conhecimento que Deus tem de nosso atos é mais rápido ainda. Da mesma forma que pensamos antes de tomar alguma atitude, Deus já sabe o que faremos antes de praticarmos tanto o bem como o mal. No texto de hoje, Jesus está falando com um grupo de judeus que o criticavam por curar no sábado. Eles ouvem o aviso sério: “Eu conheço vocês”. Isto serve para cada um de nós. Jesus também afirma que eles aceitavam glória uns dos outros. Hoje, ao ler notícias sobre atletas e políticos vemos como os homens se autoglorificam. Se analisarmos nosso comportamento, também podemos cometer este erro – mesmo que seja só em pensamento. Aqueles homens gloriavam-se por cumprir a Lei dada por Deus aos israelitas. Mas a verdade é que nenhum deles conseguiu praticá-la totalmente. Os mandamentos deixam bem claro o que agrada ou não ao Senhor e mostra o fracasso humano e obter vida eterna por seus próprios esforço.

A palavra de Deus revela quem realmente somos e que , de fato, não temos motivos para nos orgulhar de nossos feitos. Porém, apesar de mostrar que somos indesculpáveis diante de Deus e que merecemos a condenação, a Bíblia também transborda da graça divina – tanto no antigo como no novo testamento. Há um caminho seguro até o Pai: Jesus. Quem confia nele e compreende o sacrifício de Cristo na cruz percebe que é preciso mudar a direção de sua vida. Isso inclui arrepender-se de tudo o que desagrada a Deus e voltar-se a Ele, pedindo perdão. O resultado é vida nova (transformada) com Deus agora e também na eternidade.

Diante de tudo isso, qual a sua situação? Vai agir como aqueles judeus que teimavam em colocar sua esperança em seus próprios esforços? Ou vai reconhecer que Cristo foi enviado pelo pai e entregar sua vida a Ele? – MJT/VWR

A lei aponta o que desagrada a Deus; a graça divina nos dá a oportunidade de agrada-lo.

Aprendendo do Senhor…=]